ENTREVISTAS


  • Municipalização da política estadual

    FernandoRezende

    O economista e professor na Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, da Fundação Getulio Vargas (Ebape/FGV) explica que o Brasil não fez o que em outras federações se mostrou fundamental: um regime de tributação federativo baseado no princípio da equalização fiscal. “Não é por acaso que há uma relação muito forte entre municípios e União e outra fraca entre municípios e estados”, afirma. Leia mais

  • Perfil de um estado

    SilviaG

    Sem um território previamente regionalizado, não será possível integrar o sistema de saúde nos seus níveis de complexidade e criar um sistema de referência e contrarreferência para a orientação e encaminhamento dos pacientes. É o que diz a socióloga e professora na Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, da Fiocruz, nesta entrevista à Região e Redes sobre o seu livro "Saúde e Políticas Sociais no Rio de Janeiro". Leia mais

  • Além das fronteiras municipais

    SAMSUNG CAMERA PICTURES

    Coordenadora do estudo que resultou no livro "Atenção Primária à Saúde na Coordenação do Cuidado em Regiões de Saúde", a professora do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal Fluminense adianta nesta entrevista alguns resultados de sua pesquisa e detalha o processo de investigação que aplicou: “Para avaliar a conformação de redes nas regiões de saúde não basta fazer as mesmas perguntas de investigação tradicionalmente utilizadas nos estudos para avaliação dos municípios isoladamente”. Leia mais




PONTO DE VISTA



  • Região e Redes é um dos novos canais que buscam ampliar o debate sobre o futuro da saúde no Brasil e os caminhos para universalizar o direito garantido pela Constituição
    AnaLuizaViana
    Ana Luiza D`Ávila Viana (USP)
    Somente a regionalização da saúde nos dará condição de garantir um sistema de saúde como o que está posto na Constituição Brasileira
    JurandirF
    Jurandir Frutuoso (Conass)
    Pelo seu caráter multidimensional, a pesquisa Região e Redes desempenha importante papel de resistência e consolidação do SUS, pois identifica, concretamente, nos territórios, a materialidade dos gargalos estruturais que impedem o seu pleno desenvolvimento
    EduardoF
    Eduardo Fagnani (Unicamp)
    A pesquisa ‘Região e Redes’ inova ao adotar uma abordagem multidimensional para elucidação da regionalização da saúde no Brasil
    LucianaDL
    Luciana Dias de Lima (Fiocruz)
    A regionalização pode diminuir a iniquidade entre as regiões de saúde. É o que vai tornar possível adaptar o modelo de funcionamento do SUS, de atenção à saúde e cuidado às singularidades regionais
    GastaoWagner
    Gastão Wagner (Unicamp)
    A constituição de regiões de saúde é imprescindível para promover um uso mais eficiente dos recursos e contribuir para a melhor qualidade da atenção ao reduzir a fragmentação assistencial e promover a continuidade do cuidado
    Ligia Giovanella
    Ligia Giovanella (Fiocruz)
    Para que se concretizem as regiões, é impositiva a constituição de instâncias de poder compartilhado entre os municípios de uma região, o respectivo estado e a União, todos envolvidos no financiamento e na gestão das ações governamentais
    Luis Eugenio Portela
    Luis Eugenio Portela (UFBA)
    A região deve ser o âmbito primordial para a efetivação da atenção e cuidado integral em saúde, assim como para a efetiva integração entre políticas públicas complementares e oriundas de diversos setores institucionais
    Alcides Miranda
    Alcides Miranda (UFRGS)


INSTITUIÇÕES PARTICIPANTES