Saúde

A regionalização está avançando no Brasil, mas ainda muito lentamente. Um desafio importante para acelerar o processo, segundo Ligia Giovanella, pesquisadora da Fiocruz, é encontrar uma forma efetiva de cogestão entre estados e municípios.

Para Fernando Monti, presidente do Conselho Nacional de Secretários Municipais (Conasems) grande parte dos avanços do SUS foi conquistada graças aos gastos e investimentos dos municípios. Contudo, o modelo atual chegou ao seu limite.

Jurandi Frutuoso, diretor executivo do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), mostra que é preciso olhar além das fronteiras dos municípios para se perceber que a alternativa viável para o SUS constitucional é a regionalização.

Back