Região e redes, uma perspectiva

Um novo estudo produzido no âmbito da pesquisa joga luz sobre algumas questões importantes envolvendo as estratégias de regiões e redes de atenção à saúde, no período 2001-2011. O trabalho Perspectivas de regiões e redes na política de saúde brasileira questiona quais concepções de região e redes de saúde informam as políticas adotadas e como elas se combinam, em que momentos e com quais objetivos.

Por Mariana Vercesi de Albuquerque, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz. Coautoria: Ana Luiza d’Ávila Viana (FMUSP)

 

Back
Compartilhar

Região e redes, uma perspectiva