A saúde na crise de Estado

Dentre uma ampla seleção de Textos para Discussão, publicados pelo projeto Brasil Saúde Amanhã (Fiocruz), o estudo Segmentos Institucionais de Gestão em Saúde: Descrição, Tendência e Cenários Prospectivos mostra como os sistemas de saúde foram afetados, em alguma medida, pela crise do Estado desencadeada por países desenvolvidos a partir dos anos 1980. No Brasil, dois fenômenos emergiram com força na política de saúde nos últimos 25 anos: primeiro, a descentralização da formulação, gestão e implementação da política de saúde; segundo, o crescimento da quantidade e da diversidade de atores envolvidos com a oferta e gestão de serviços.

Back
Compartilhar

A saúde na crise de Estado