Saúde, um direito universal

Por el Derecho Universal a la Salud: Una agenda latinoamericana de análisis y lucha é o título de recente publicação do Conselho Latino-americano de Ciências Sociais (Clacso) que traz, em seu primeiro bloco, reflexões sobre acertos e obstáculos para uma mudança profunda na política de saúde a partir de uma orientação progressista. Este tópico inclui as experiências brasileira, boliviana e da Cidade do México como exemplos de políticas contra-hegemônicas de saúde. Outro bloco apresenta análise crítica da política de saúde neoliberal e seu impacto na vida e na dignidade das pessoas. E em um terceiro bloco, o livro trata das perspectivas de programas de saúde coletiva.

O trabalho foi coordenado por Carolina Tetelboin Henrion e Asa Cristina Laurell

Back
Compartilhar

Saúde, um direito universal