Atenção Primária e Rede de Urgência e Emergência: Interfaces no âmbito de regiões de saúde no Brasil e Canadá

Autora: Liza Yurie Teruya Uchimura

Instituição: Universidade de São Paulo(USP)

 

A regionalização dos serviços de saúde caracteriza-se por um processo de convergência de interesses voltado à melhoria do planejamento e aos cuidados em saúde. Experiências internacionais comprovam que os sistemas de saúde que possuem uma coordenação mínima dos cuidados urgentes e de emergência e dos cuidados primários apresentam melhores performances.

A integração da Atenção Primária em Saúde com a Rede de Urgência e Emergência deve ser trabalhada como um todo, desde os recursos humanos aos protocolos clínicos. De acordo com a literatura, os cuidados em saúde na integração entre estes diferentes níveis do sistema, em muitos casos, referem-se apenas a um sistema computadorizado para registros efetivos em meios lógicos e físicos.

Esta tese tem como objetivo identificar os fatores que interferem no estabelecimento das interfaces da Atenção Primária e da Rede de Urgências e Emergências em uma região do Estado de São Paulo (Brasil) e outra da Província de Ontário (Canadá).

Neste sentido, conhecer os arranjos e as dinâmicas regionais do sistema de saúde canadense auxiliará no estudo comparativo da realidade brasileira e possibilitará a implementação de estratégias para o desenvolvimento de inovações e planejamento da gestão em saúde no Brasil.

 

Back
Compartilhar

Atenção Primária e Rede de Urgência e Emergência: Interfaces no âmbito de regiões de saúde no Brasil e Canadá