O uso dos genéricos por região

O estudo Utilização de medicamentos genéricos na população brasileira: uma avaliação da PNAUM 2014, publicado na Revista de Saúde Pública, investiga se variáveis demográficas, socioeconômicas e fontes de obtenção influenciam no uso dos remédios genéricos no Brasil.

No início da implantação das políticas relacionadas aos genéricos, havia certa resistência à substituição de medicamentos com marcas consagradas. Com o passar do tempo, a pesquisa verifica que esse cenário mudou “devido às vantagens advindas do menor preço, bem como à garantia de que estes medicamentos são intercambiáveis com aqueles de referência, em função da obrigatoriedade de comprovação de equivalência farmacêutica e da biodisponibilidade”.

Acesse o estudo aqui

Back
Compartilhar

O uso dos genéricos por região